Mariana Alves na lista europeia de

“Top 100 Women in Social Enterprise”

A fundadora e diretora da Cartas com Ciência, Mariana Alves, faz parte da lista da Euclid Network que destaca 100 mulheres na Europa no setor do Empreendedorismo Social.

MARIANA RAMA PEDRO ALVES.png

A Euclid Network é uma rede de organizações que promove o empreendedorismo e a inovação sociais na Europa, e que lançou uma iniciativa chamada “Top 100 Women in Social Enterprise” (Top 100 de Mulheres em Empreendedorismo Social) para destacar e celebrar mulheres líderes que tenham tido um impacto positivo significativo no setor do empreendedorismo social. As candidatas selecionadas foram reveladas no dia 8 de Março de 2021, Dia Internacional da Mulher, e incluem Mariana Alves, co-fundadora e co-diretora da Cartas com Ciência, e também Joana Moscoso, co-fundadora e diretora da Native Scientist, a organização-mãe da Cartas com Ciência.

 

Mariana Alves, selecionada como Inovadora Social, projetou e lançou a Cartas com Ciência em maio de 2020, juntamente com Rafael Galupa. A Cartas com Ciência é um programa educacional de troca de cartas que visa inspirar crianças de comunidades desprivilegiadas em países de língua portuguesa a considerar o ensino superior e carreiras científicas.

 

A Mariana tem uma energia e uma paixão extraordinárias, que têm sido essenciais para o sucesso do projeto, juntamente com a sua visão e diligência admiráveis. Em nove meses chegámos a quase 100 estudantes e mais de 400 cientistas! É um verdadeiro prazer e uma inspiração trabalhar com a Mariana”, revela o seu parceiro na Cartas com Ciência.

 

Mariana Alves e Rafael Galupa são os fundadores e diretores da Cartas com Ciência

A jovem Inovadora Social partilhou que “é uma honra fazer parte desta seleção da Euclid Network, que vejo não só como um reconhecimento do potencial da Cartas com Ciência para levar a uma mudança positiva na sociedade, mas também como uma celebração do que já alcançámos com o apoio incondicional e estimulante da Native Scientist. É ainda mais entusiasmante fazer parte desta lista por incluir a Joana Moscoso, que é uma mentora muito generosa. Mal posso esperar para aprender e estabelecer ligações com as mulheres inspiradoras que fazem parte desta rede.” 

A seleção de 100 mulheres empreendedoras na Europa inclui também Joana Moscoso, diretora e co-fundadora da Native Scientist, que foi nomeada como Empreendedora Social por co-fundar a Chaperone, o primeiro mercado online especializado em desenvolvimento profissional para cientistas.

 

 

 

 Joana Moscoso é co-fundadora e diretora da Native Scientist, a organização que aceitou incubar a Cartas com Ciência nos seus primeiros anos de desenvolvimento.

 

O reconhecimento destas duas jovens líderes confirma a sua contribuição para a mudança social através dos projetos inovadores e inspiradores que criaram e que dirigem.

 

-- --

 

Mais sobre as duas empreendedoras sociais:

 

Mariana Alves é estudante de doutoramento no EMBL, um dos laboratórios europeus de excelência para a investigação fundamental em biologia molecular. Mariana estuda como é que uma única célula inicial dá origem à complexidade de um embrião e de um organismo. Muito do seu tempo livre é dedicado à divulgação científica, que inclui uma passagem pela rádio. Viveu em Portugal, na Dinamarca e no Reino Unido, e atualmente reside na Alemanha. Mariana adora viajar, fotografia e espetáculos de artes performativas, e sonha com uma carreira em que possa combinar a sua paixão pela divulgação científica com a sua vontade de mudança social positiva. 

 

Joana Moscoso acredita na ciência e na inovação para o benefício da humanidade, o que a levou a tornar-se cientista e empreendedora. Joana co-fundou duas empresas e trabalha numa empresa de tecnologia de ponta. Na Native Scientist, cientistas ajudam crianças migrantes a ter mais e melhor acesso a educação científica e linguística. Na Chaperone, uma plataforma online, cientistas têm acesso a apoio personalizado e de qualidade para o desenvolvimento das suas carreiras. Na Smart Separations, Joana ajuda a lançar no mercado micro- e nano-tecnologias que aumentam a qualidade de vida. Joana tem um doutoramento do Imperial College London e foi reconhecida como Inovadora Sub-35 pelo MIT. Joana adora passar tempo com amigos à mesa e sonha um dia ter o seu próprio restaurante.